quarta-feira, 24 de abril de 2013

DIA DA CONTABILIDADE


JOVEM TRABALHADOR


DIA INTERNACIONAL DO MILHO



23 de Abril



Vereador Gelson Ferraz nas páginas do jornal Diário do Nordeste: "Cemitério público e a ausência
de planejamento da prefeitura!"





PRB e Falta de Planejamento no Serviço Funerário



Senhor Presidente,
Senhoras e Senhores Vereadores,

Eu quero iniciar meu pronunciamento de hoje, senhor Presidente, dando a notícia de que o PRB no Ceará está agora sob a presidência interina do deputado Ronaldo Martins, que é o líder do Partido na Assembleia Legislativa.

O deputado Ronaldo assume a presidência estadual do Partido, já se dedicando aos preparativos para o pleito eleitoral de 2014, quando o PRB pretende eleger pelo menos 3 deputados estaduais e dois deputados federais.

Não há dúvida de que o PRB se fortalece ainda mais com a assunção do deputado à presidência do Partido, que segue ainda mais independente e organizado.

Eu quero aqui parabenizar a nova executiva estadual do PRB, da qual eu também sou membro.

E nós acreditamos que o ano de 2014 nos reserva bons resultados, principalmente porque haverá a renovação no Governo do Estado. E toda renovação é bem vinda, já que oito anos de governo é um tempo sempre muito longo e deixa uma série de desgastes, principalmente no campo da política.

E dizer que nós estivemos reunidos recentemente com o Senador Eunício Oliveira, do PMDB, possível pré-candidato ao Governo do Estado em 2014.

E dessa reunião nós temos certeza de que uma parceria começou a ser construída e, portanto, o PRB estará ao lado de um novo projeto para o Ceará, mas desta vez como partícipe direto desse projeto e não como um mero coadjuvante.


Afinal, senhor Presidente, nós estivemos juntos nas duas eleições do Governador Cid Gomes; e também estivemos presentes na eleição do Prefeito Roberto Cláudio. Mas em ambos os casos o partido não foi valorizado na medida de sua participação.

Então o nosso principal objetivo agora é o de dotar o PRB de potencial político; e de fazer as parcerias certas para o Ceará em 2014.

E nós acreditamos que um novo projeto está nascendo. E nós queremos fazer parte dessa nova fase da política, fortalecendo ainda mais o PRB.

Eu quero, então, parabenizar o deputado Ronaldo Martins por assumir o PRB numa fase tão complexa quanto num ano pré-eleitoral.

A outra questão que eu gostaria de abordar nesta manhã, senhor Presidente, é sobre a absurda situação de estarmos sem vagas para enterrar pessoas nos cemitérios de Fortaleza.

A dignidade de uma pessoa deve ser garantida, no mínimo, na hora de nascer e na hora de morrer.

A gravidade dessa questão, já abordada na sessão de hoje, nos remete a uma situação de absurda ausência de planejamento por parte da Prefeitura.

Eu tenho certeza de que todos tem a plena consciência de que todo o serviço funerário, desde a venda de urnas até o enterro, é de titularidade da Prefeitura.

E esses serviços são delegados às empresas privadas pela incapacidade técnica da Prefeitura em atender a toda a demanda da cidade.

Mas faltar vaga para enterrar pessoas nos cemitérios públicos é SIM um grande descalabro com a coisa pública.

O último cemitério construído foi o do Bom Jardim, ainda na gestão do Prefeito Juraci Magalhães. Desde então, nada mais foi feito.

E a solução é sempre paliativa: abrir valas improvisadas para enterrar gente, de qualquer jeito.

E se não houvesse a denúncia da imprensa, a cidade não tomaria pé do que está ocorrendo com os nossos cemitérios.

Tem muita gente boa na atual gestão, composta por técnicos (é um governo técnico), e esses técnicos têm de dar uma solução urgente para essa questão, inclusive apontando uma alternativa para Fortaleza enterrar seus mortos.

A melhor alternativa seria a construção de mais um cemitério público, de preferência numa área mais acessível e menos adensada, como por exemplo, no anel viário da cidade, dentro do território de Fortaleza.

Ali nós temos muitos terrenos disponíveis, que se não forem áreas verdes, que possam ser desapropriados pela Prefeitura.

O que não dá é para ficar de braços cruzados e culpando as gestões passadas. Já que foi numa dessas gestões que foi construído o cemitério do Bom Jardim.

Eu quero propor aqui ao nosso líder da bancada governista, para que possamos, inclusive, receber do Executivo e aprovar, este SIM em regime de urgência, a alocação de recursos específicos para isso.

Esta é a hora em que a Prefeitura deve dar respostas rápidas. Promover um esforço concentrado.

A questão requer uma ação rápida e eficaz. Sem muita conversa e mais ação.

Nós esperamos que a nossa sugestão seja aceita pela Prefeitura e que a cidade possa ter um novo cemitério ainda neste ano de 2013, inclusive com a construção de um crematório municipal, para aquele que deseje ter seu corpo cremado ao invés de sepultado.

Eu vou ficando por aqui, senhor Presidente.

Obrigado a todos pela atenção.