quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Vereadores são diplomados, na Capital. Um dos mais aguardados foi Gelson Ferraz, do PRB


         No salão de eventos da Fábrica de Negócios, na Praia de Iracema e sob as bênçãos da justiça eleitoral, os 43 vereadores eleitos e reeleitos em Fortaleza receberam na tarde de ontem (19/12) seus respectivos diplomas. Além dos parlamentares também foram diplomados o prefeito e o vice-prefeito eleitos, respectivamente Roberto Claudio e Gaudêncio de Lucena. A cerimônia foi acompanhada por políticos, familiares e imprensa. Com mais de 12 mil votos e sendo o oitavo mais votado, Gelson Ferraz era um dos mais esperados, sendo ovacionado pelos presentes.

            Acompanhados de seus colegas de Câmara, Gelson, em sua quarta vitória consecutiva, posou para as fotos oficiais. Depois, dividiu a festa com amigos, assessores e militantes. A diplomação antecede a posse dos vereadores, que acontece na Câmara Municipal de Fortaleza, no dia primeiro de janeiro de 2013.

            Acompanhe a cerimônia de diplomação em imagens.


Danilo Amaral
Jornalista 1957 JP/Ce
Assessor de Comunicação do Gabinete


  


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Pronunciamento em 06/12/2012



Pronunciamento em 06/12/2012
Abordagem: Obras Inacabadas



Senhor Presidente,
Senhoras e Senhores Vereadores,

Eu quero aproveitar o Grande Expediente de hoje, senhor Presidente, para tratar aqui de uma questão que é muito cara a qualquer cidade e que demonstra os limites de irresponsabilidade a que pode chegar algumas gestões.
Eu vou começar, senhoras e senhores, tratando da estranha ação do DNIT, na BR-116, no trecho urbano de Fortaleza.
Quem passa por ali com frequência não consegue compreender por que o DNIT aplicou mais uma camada de asfalto num pavimento que estava em excelentes condições de trafegabilidade.
Eles simplesmente estão pintando o asfalto com uma tinta preta que se parece muito com asfalto e que, certamente, daqui a alguns meses estará completamente destruída com a ação das primeiras chuvas.
Nós só podemos considerar duas hipóteses sobre este fato que acabo de relatar: ou o DNIT está com dinheiro sobrando, a ponto de recapear uma BR que estava em perfeito estado, inclusive muito bem sinalizada, ou é uma brincadeira com a cara do contribuinte, que em pouco tempo verá o seu suado dinheiro se dissolver como sonrizal.
E observem senhoras e senhores, que por quase uma década o DNIT desafiou a nossa inteligência, protelando e não realizando as obras de ampliação do Anel Viário da Capital.
É um grande absurdo nós pensarmos que existem recursos para consertar o que não precisa de conserto, e para as nossas BRs 222 e 020, que estão acabadas, destruídas não se apresenta nenhuma solução.
Nós vamos chamar a atenção do Ministério Público para esta questão, porque está mais parecido com uma “farra” do que com uma obra necessária, concreta.
Esta é uma questão bastante grave, que envolve SIM a cidade de Fortaleza e que é, portanto, do interesse desta Casa Legislativa.
De outra forma, senhor Presidente, nós precisamos lamentar, e muito, as obras inacabadas que a atual gestão deixará de herança para a cidade de Fortaleza.
Eu não vou me aprofundar e listar todas as obras, então eu quero exemplificar, chamando a atenção para o que acontece lá no bairro José Walter.
Pois bem, no final de 2011, como fazemos todos os anos e como repeti agora em 2012, nós apresentamos emendas ao orçamento alocando recursos para a reforma de praças.
Especialmente em 2011, nós procuramos refletir uma demanda antiga dos moradores do bairro, que era a construção da Praça Padre Cícero, dando vida a um terreno baldio às margens da principal avenida do José Walter.
Pois bem, entramos em acordo com o Secretário da Regional 5 e alocamos algo em torno de 500 mil reais.
A obra foi iniciada, inclusive com muita comemoração por parte da população, e depois abandonada pela Prefeitura há alguns meses.
A situação é desoladora, com muito entulho e sujeira cercada por um calçadão. Nada mais foi feito.
Imaginem os senhores a frustração da população daquele entorno, que quase conseguiu a sua praça; quase teve um espaço de lazer; quase experimentou uma ação concreta da Prefeitura.
É bom que o Prefeito Roberto Cláudio saiba que mais esta obra vai para sua conta, ou seja, vamos depender da sua boa vontade para concluir uma obra inacabada da atual gestão.
Lamentável!
 A outra obra que revela o descaso com a coisa pública é o Posto de Saúde do José Walter, fechado há mais de um ano, deixando a população desamparada desde então.
Esta obra é ainda pior, senhor Presidente, porque atinge uma unidade de saúde que está abandonada, sem ninguém trabalhando naquele local há mais de seis meses.
São questões graves, senhoras e senhores, que eu trago para o debate neste momento.
 Eu encerro a minha participação de hoje, senhor Presidente, torcendo para a cidade de Fortaleza e para o Brasil como um todo, não conviver mais com esse tipo de “barrigada” das gestões públicas.
E que a população do José Walter tenha mais sorte com a futura gestão.
Por enquanto é tudo, senhor Presidente.
Obrigado.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Vitória do vereador nas eleições é reconhecida pelo FORTUR


           O oitavo lugar do vereador Gelson Ferraz/PRB nas eleições deste ano foi saudado pelos membros do Fórum de Turismo do Ceará como uma vitória de entidade. O encontro reuniu, no prédio do SEBRAE, na Praia de Iracema, empresários, gestores e profissionais do setor turístico do Estado. Gelson agradeceu as felicitações e renovou o compromisso de ser o principal representante do turismo, na Câmara Municipal de Fortaleza, onde preside, há quatro anos, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda.

            A reunião mensal debateu assuntos políticos, empresariais, de investimentos e de gestão ligados ao turismo da Capital e de todo Estado. Hoje, Fortaleza é segunda cidade mais desejada e a terceira mais visitada pelos turistas nacionais e estrangeiros. Uma das principais pautas, em dezembro, foi sobre a relação do trade com o prefeito eleito, Roberto Claudio.



Danilo Amaral – Jornalista
1957-JP/CE
Assessor de Comunicação do Gabinete

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

CONVITE!!!


II caminhada “Rompendo o Silêncio”



Voluntárias do projeto Raabe do Ceará convidam vítimas de violência doméstica para participar da II caminhada “Rompendo o Silêncio” uma forma de contribuir com o dia Internacional Contra a Violência Doméstica, onde órgão se unem para combater a violência doméstica e familiar.



O PROJETO RAABE

O projeto Raabe foi criado para valorizar o lar de mulheres que se encontram passando a violência Doméstica e familiar e que precisam de ajuda psicológica ou emocional. Muitos são os lares agredidos por parceiros que casaram para serem felizes. Hoje o que mais a mídia mostra são lares destruídos pela violência.
Nossa sociedade tem contribuído ao aceitar valores errados, desde tempos remotos. No papel  homemXmulher criou-se uma cultura de competição, e foi esquecido o respeito pelo ser humano.
A mulher por mais que queira alcançar objetivos, não pode esquecer que ela é mulher, feminina, delicada, que gosta de se cuidar.
A natureza do homem é prática e resistente, por ser homem a sua criação é de ser provedor.
Quando homem e mulher entenderem seu devido lugar, criarão dentro de si uma força de apoio e não uma muralha de problemas.
O projeto Raabe estende sua força a lares que também passaram a violência doméstica e hoje contam, como sobreviventes, como superaram, a maneira de não se igualar aos homens, mas sim somar com eles as suas diferenças, porém nunca serem desiguais.
Ninguém precisa competir dentro de casa, pois, por natureza, cada um encontrará o lugar para desenvolver seu papel apropriado. Basta usar a sua inteligência e uma vez, aflorando as diferenças, pelo menos um dê um passo atrás, assim saindo do ambiente contaminado, minutos depois sua consciência vale repensar.
Projeto Raabe em busca de vidas escuras, levando a luz necessária para alcançar um sobrevivente.
http://projetoraabe.com

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Gelson Ferraz participa da última reunião do Conselho de Turismo


        Várias comissões funcionam na Câmara Municipal de Fortaleza e uma das mais destacadas nos últimos anos vem sendo a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda, presidida pelo vereador Gelson Ferraz, do PRB. O político já faz parte de importantes movimentos do setor de turismo e um deles, o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR) realizou a última reunião do ano nas dependências da Assembleia Legislativa do Estado. Gelson acompanhou explanação sobre potenciais de áreas como a do bairro Serviluz e a captação de recursos financeiros possíveis para investimentos no turismo da Capital.

            Preparando-se para o quarto mandato, Gelson sinaliza para um aumento dos trabalhos da comissão. O próprio parlamenta enumera as razões: “Fortaleza é uma cidade preparada para o turismo. E este setor está intimamente ligado as outras atribuições da comissão que eu presido. Pelo turismo podemos fomentar a criação de trabalho para os fortalezenses, incrementando a renda dessas famílias sem falar no desenvolvimento econômico que a Capital recebe por meio do setor”, finaliza.

            Acompanhe as imagens da 27ª reunião que encerrou o ano para os membros do conselho do COMTUR.
  
 

Nota: a reunião retornará em fevereiro de 2013. 

Danilo Amaral
Jornalista 1957 JP-Ce
Assessor de Comunicação do Gabinete
Fotos Everton Régis

Pronunciamento realizado em 21/11/2012



Senhor Presidente,
Colegas Vereadores e Vereadoras,
Servidores,
Profissionais da Imprensa Presentes,

Eu inicio o meu pronunciamento de hoje, senhor Presidente, na condição de Presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda desta Casa, dizendo que a Prefeita Luizianne Lins não tem o direito de ficar fazendo terrorismo com a questão da festa do Reveillon.

Terrorismo da pior qualidade, repito.

Digo isso, senhoras e senhores, porque um clima de incerteza e de esparrela que está sendo criado em torno da não realização da festa, vem colocando em risco toda a mobilização do setor turístico e de serviços da cidade de Fortaleza e de cidades do litoral.
Não existe esta conversa de que precisa de garantias para realizar a festa, porque ficariam restos a pagar para a próxima gestão. Se isso fosse verdade, não estaríamos nos deparando com tantas licitações em andamento, algumas, inclusive, que serão homologadas e pagas apenas no próximo ano.

Este joguinho que a Prefeita está tentando impor à cidade de Fortaleza é um ato de irresponsabilidade sem precedentes. Mais parece ato de vingança do que de uma gestora que sempre se disse comprometida com a cidade.

O setor hoteleiro já fez investimentos; as agências de turismo venderam seus pacotes; pessoas de todos os estados do país já se comprometeram financeiramente com a estada em Fortaleza.

Não preciso lembrar a esta Casa que o nosso município tem a sua economia quase que totalmente dependente do turismo.
Somos uma das Capitais que mais atraem turistas no Brasil. Somos um destino preferencial da maioria dos turistas estrangeiros.

E a parte mais importante: a população da cidade está perplexa com esta conversa fiada de que não poderá ser realizada a festa.

Se estava dependendo da garantia do Governador, de que a segurança pública estaria presente, esta ele mesmo já o fez através da imprensa.

Da mesma forma, o Prefeito eleito Roberto Cláudio já deu garantias de que aquilo que for legal, ou seja, as despesas que transpassarem a gestão, mas que forem realizadas de forma correta serão perfeitamente assumidas. Até por que é isso que garante a Lei.

A não ser que o formato de construção deste evento seja irregular! Mas se for realizado dentro do que preceitua a Lei, não terá problema algum.
O argumento pífio que estão colocando, fala que todos eram contra e agora estão favoráveis. Eu quero lembrar à Prefeita, que a festa de Reveillon não é uma festa particular dela. Ela não é o dono da bola. Quando a criança fica de fora do futebol, pega sua bola e acaba com o jogo. Esta festa é promovida pela Prefeitura.

E a própria Prefeita já disse várias vezes que isso é política pública. Então como decidir ameaçar a realização da festa?

Muita gente já fez oposição a isso. O Reveillon já foi contestado várias vezes. Mas ninguém contesta um evento desse porte, que é bom para a cidade. O que sempre se contestou foi o fato da Prefeitura pagar a conta sozinha. E que o maior Reveillon do Brasil, realizado no Rio de Janeiro, é praticamente todo pago e explorado pela iniciativa privada. Esta é a grande diferença.

Eu faço aqui um apelo à Prefeita Luizianne Lins, que não manche a sua imagem de gestora, num ato tão pequeno de ameaçar a realização do Reveillon.

E quero manifestar a preocupação de todo o trade turístico com este jogo de empurra. Fortaleza terá um prejuízo enorme se este joguinho for concretizado.

São muitos empregos, muitas famílias que já iniciam o ano trabalhando e ganhando seu dinheiro, seja no comércio, no transporte do turista, na hospedagem, enfim, toda uma cadeia produtiva dependendo de que esta festa seja realizada.

E eu repito, senhoras e senhores, o Reveillon é uma política de Governo, e não uma festinha particular da senhora Prefeita, a qual rendo meus respeitos, porém, muito preocupado com esse tipo de atitude.

Por enquanto é tudo, senhor Presidente. Obrigado.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

GELSON FERRAZ FAZ DENÚNCIAS CONTRA A PREFEITURA, DA TRIBUNA DA CÂMARA



O vereador Gelson Ferraz falou com Fortaleza por meio da TV e Rádio da Câmara Municipal neste último dia de outubro. Transmitido ao vivo pela TV Fortaleza, Gelson, da tribuna, iniciou sua fala agradecendo aos mais 12 mil votos alcançados na eleição municipal. Depois, saudou a vitória de Roberto Claudio para prefeitura. O PRB, Partido Republicano Brasileiro, presidido na Capital pelo vereador Gelson, foi dos partidos que formaram a aliança para a eleição do novo prefeito.

Ainda durante seu pronunciamento, o parlamentar apontou inúmeros problemas da atual administração, como os que acontecem no bairro José Walter, um dos mais conhecidos da cidade.

“Roberto Claudio disse (durante entrevista, numa Rádio local) que lamentava o abandono dos Centros Sociais Urbanos, citando, inclusive, o CSU do José Walter, que mais parece uma casa mal assombrada”.

O vereador denunciou ainda o uso indevido de espaços públicos no mesmo bairro. Sua fala foi enfática:

“As praças estão destruídas e ocupadas por bares autorizados por esta gestão. Somente na praça da Terceira Etapa (do bairro José Walter), nós podemos contar algo em torno de 20 bares vendendo cachaça, num espaço onde deveriam estar crianças brincando.
E todos esses bares, em praças, estão ‘colados’ à escolas, contrariando o bom senso”.

Acompanhe, na íntegra, o discurso do vereador Gelson Ferraz onde, inclusive, há denúncia de licitações suspeitas praticadas pela atual prefeitura.


Danilo Amaral
Jornalista

GABINETE DO VEREADOR GELSON FERRAZ
Pronunciamento em: 31/10/2012


Bom dia a todos,
Bom dia aos assessores e demais servidores,
Bom dia a todos que nos acompanham na FM e na TV Fortaleza,


Eu ainda não havia tido a oportunidade de me pronunciar depois da eleição do primeiro turno, quando conseguimos a reeleição para o quarto mandato, mas o faço hoje, tanto para agradecer quanto para cobrar.
Eu quero agradecer a todos que nos ajudaram na conquista de mais de 12 mil votos. Com toda a certeza, essas pessoas confiam no trabalho que nós desenvolvemos aqui, ao longo desses quase 12 anos, e escolheram a continuidade.
Eu realmente tenho uma imensa dívida de gratidão com todos os homens, mulheres e jovens que nos concederam mais um mandato.
E eu digo que também é hora de cobrar porque a cidade acaba de renovar as suas esperanças por dias melhores com a eleição do Prefeito Roberto Cláudio.
Foi uma eleição duríssima. Afinal, enfrentar a máquina da Prefeitura, com todo aquele esmagador contingente de pessoas muito bem motivadas, não foi nada fácil. E que apesar de presenciarmos algumas lamúrias de derrota, sabemos que a vitória foi do povo de Fortaleza, que naquele domingo histórico saiu de casa e escolheu o melhor projeto.
Eu inicio destacando uma entrevista do Prefeito Eleito, ontem à noite, numa emissora local. Roberto Cláudio disse que lamentava o abandono dos Centros Sociais Urbanos, citando, inclusive, o CSU do José Walter, que mais parece uma casa mal assombrada.
E isto me tocou pessoalmente, porque eu tenho um trabalho consistente naquele bairro, que muito ajudou na minha reeleição, e sou sabedor de que a Prefeitura abandonou os moradores dali à própria sorte, quando decidiu não fazer praticamente nada.
Afora as ruas asfaltadas ainda no período de campanha. Um asfalto de péssima qualidade, diga-se de passagem, o CSU, que já foi o orgulho de todos os moradores, ficou jogado às traças.
E percebam, meus colegas, que a estrutura daquele equipamento, em nada, repito, em nada deixa a desejar do projeto dos CUCAS. Ou seja, temos ali um CUCA abandonado, mas que foi pensado há mais de trinta anos. Só precisava de uma gestão um pouco mais observadora para perceber isso.
O único posto de saúde do bairro não funcionava bem. Fechou para reforma há quase um ano e meio e ainda não reabriu. Na última vez que a minha assessoria esteve lá, na semana passada, só tinha um vigia dormindo entre os escombros.
As praças estão destruídas e ocupadas por bares autorizados por esta gestão. Somente na Praça da Terceira Etapa, nós podemos contar algo em torno de 20 bares, vendendo cachaça, num espaço onde deveriam estar crianças brincando. E todos esses bares em praças, estão colados às escolas, contrariando o bom senso.
Uma das cobranças que faço ao novo Prefeito é de reordenar o espaço público, devolvendo ao povo as praças do José Walter, e da cidade toda, porque a liberalidade foi demasiada.
Apenas duas praças no José Walter foram iniciadas nesta gestão. O Polo de Lazer da Av. E, que está inacabado, apesar de a maior parte dos recursos estarem asseguradas por emendas de nossa autoria.
Também colocamos emendas para a Praça Padre Cícero. Mais uma obra da Prefeitura abandonada pela construtora.
Estou falando somente do José Walter, imagina a mão de obra que teremos em outros bairros da cidade.
Não há como governar sem autoridade, sem competência para regular, para impor o poder de polícia, que não é um direito da gestão, é uma prerrogativa, é uma obrigação.
Todas as normas conciliadoras do Plano Diretor foram desprezadas. Ficamos aqui remendando o Código de Obras e Posturas, desdenhando da Lei de Uso e Ocupação do Solo, e passando por cima de outras tantas normas, somente porque a Prefeitura não se debruçou sobre uma obrigação simples: a de enviar essas Mensagens aqui para a Câmara.
E a cidade padeceu e padece. E a arrogância de alguns auxiliares da Prefeita não a deixou enxergar o mal que estava causando à cidade.
Nunca esteve tudo bem. Jamais esteve tudo em ordem. Foi o desordenamento que imperou nesses oito anos. A cidade está quase parando por causa disso.
Nós temos certeza de que o Prefeito Roberto Cláudio respeitará a vontade desta Casa e, finalmente, implantará o IPLAMFOR. Que nasceu através de um projeto de nossa autoria, que após muita pressão foi devolvido em forma de Mensagem, votado, sancionado e publicado. Mas que só ficou no papel.
A cidade conhecerá a força de um bom planejamento urbano na gestão de Roberto Cláudio. Do jeito que está é que não pode ficar.
Cidade nenhuma do mundo conseguiu um crescimento sustentável sem planejamento urbano e ambiental. A atual gestão teve oito anos para isso e não o fez. Até parece que conviver com a desordem é um caminho. Na administração pública, felizmente, isso não existe.
Precisamos do IPLAMFOR; precisamos das leis que regem o ordenamento da cidade completamente atualizadas.
E eu chamo a atenção dos senhores e senhoras para outra questão, que temos de nos debruçar ate o final do ano: nós temos que convencer a gestão de que só faltam dois meses para o final do mandato, e que por isso, licitações para a aquisição de material permanente, de equipamentos, de veículos, de manutenção, a preços altíssimos devem ser evitadas.
A nossa assessoria está realizando um levantamento na nossa única fonte de informações, que é o Diário Oficial do Município, e percebemos, por exemplo, que de acordo com a licitação Pregão Eletrônico nº 052/2012, a Prefeitura está adquirindo móveis para os consultórios e enfermagens de todos os 92 postos de saúde de Fortaleza.
Mas como mobiliar todos os postos, se nem sequer sabemos o formato que essas unidades de saúde terão na gestão Roberto Cláudio?
Isso não pode acontecer. Não é queima de estoque. A gestão atual não vai continuar.
Não há porque gastar dinheiro com essas licitações, se um novo modo de governar está nascendo.
Outra licitação em andamento é a do Serviço de Transporte Complementar, pela ETUFOR. É muito complicado licitar um sistema de transporte faltando dois meses para o final da gestão, já que sabemos que o futuro Prefeito pretende fazer mudanças substanciais no transporte coletivo da Capital.
Nós voltaremos em breve com um relatório sobre essas licitações que estão em andamento e que, por uma questão ética, deveriam ser suspensas.
Vamos, inclusive, pedir apoio, se for o caso, à Comissão de Desmonte do Tribunal de Contas dos Municípios. Temos de evitar gastos desnecessários no finalzinho da gestão.

Por enquanto é tudo, senhor Presidente. Obrigado.

OUTUBRO ROSA

Outubro foi o mês adotado pelo movimento internacional Outubro Rosa, de combate ao câncer de mama. Na foto, o vereador Gelson Ferraz aponta para a fita cor-de-rosa, em sua lapela, demonstrando o total apoio a esta importante campanha.


OBRIGADO FORTALEZA!!!


quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Emenda Vereador Gelson Ferraz


CEARÁ É 10!

AVANÇA CEARÁ!!!

Gelson Ferraz destaca inauguração do Centro de Eventos do Ceará

                         Vereador do PRB preside a Comissão de Turismo da CMFor - Foto: Genilson de Lima


Na manhã desta quarta-feira, 8, em seu pronunciamento na Câmara Municipal de Fortaleza, o vereador Gelson Ferraz (PRB), presidente da Comissão de Turismo da Câmara, destacou a inauguração do Centro de Evento do Ceará, que ocorre na próxima quarta-feira, 15. O Centro de Eventos será considerado o 2º maior do país.
O parlamentar destacou que o Governo do Estado entrega a Fortaleza um importante equipamento de negócios, que atrairá diversos eventos e pessoas das mais variadas partes do Brasil e exterior. Outro equipamento que o parlamentar destacou, foi a construção do Acquário Ceará, que com certeza será mais um importante atrativo de renda para nossa capital.
Em relação a mobilidade urbana, o vereador Gelson cobrou por parte dos órgão responsáveis, um melhor planejamento para dar melhores condições para que a população possa se movimentar no trânsito de nossa cidade com mais fluidez. “Fortaleza não vem crescendo, vem ficando literalmente inchada.” falou. Gelson deixa um conselho pra que o próximo prefeito de Fortaleza, possa caminhar mais em conjunto com o governo do estado, trazendo melhorias para a cidade.
Em aparte, o vereador Salmito filho (PSB), parabenizando o pronunciamento do vereador Gelson, salientou os problemas enfrentados pela população em questões de mobilidade urbana e se prontificou em trabalhar em prol de destas questões levantadas.
POR CLEONARDO DIAS