sábado, 9 de abril de 2011

VEREADOR DIVULGA NOVO SERVIÇO DA DEFENSORIA


Depois de representar a Câmara Municipal de Fortaleza, ao lado do Governador Cid Gomes na cerimônia de lançamento do “Alô Defensoria”, novo sistema de atendimento da Defensoria Pública do Estado, o vereador Gelson Ferraz fez a divulgação do serviço gratuito através das ondas da Rádio Uirapuru.
A emissora, sintonizada na freqüência AM 760, sempre aberta às notícias de utilidade pública, recebeu o parlamentar durante o programa “Boa Tarde Mulher”, apresentado por Vera Bulhões.
A importância do novo serviço de atendimento disponibilizado pela justiça cearense foi debatida pelo vereador do PRB e também pelo coordenador da Defensoria Pública, Dr.Levi Costa.
O “Alô Defensoria” funciona através do número 129. O atendimento disponibiliza ao cidadão informações sobre seus direitos civis, a obtenção de defesa jurídica e a melhor forma de ser atendido com horário marcado, por exemplo. “A razão que me fez sair do evento direto para a Rádio foi ter se deparado com um serviço de extrema importância para o cidadão, principalmente para aquele mais humilde onde, muitas vezes, não têm como se defender juridicamente. E o rádio continua sendo o melhor meio para esse tipo de divulgação” ratifica o político.

DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO GABINETE







quarta-feira, 6 de abril de 2011

Comissão relançará cartilha de combate a exploração sexual



A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda da Câmara reeditará a cartilha “Criança não é atração turística”. A notícia foi dada pelo presidente da Comissão, vereador Gelson Ferraz (PRB), em pronunciamento hoje, 06, no plenário Fausto Arruda. A publicação, que visa a combater a exploração sexual de crianças e adolescentes em Fortaleza, será lançada novamente em três idiomas e faz parte dos trabalhos da Comissão para preparar a cidade para a Copa do Mundo em 2014. De acordo com o vereador, deve-se mostrar aos turistas que a lei brasileira é rígida, pois as crianças e os adolescentes do país continuam vulneráveis à exploração sexual. Para o parlamentar, “existe uma rede que cuida desta exploração. A criança não se prostitui, o que ocorre é a exploração sexual deles. Existem taxistas que agem como agentes do crime, além de hotéis, pousadas e motéis que operam a exploração sexual infanto-juvenil. Há até a conivência de agentes da lei.” Em a parte, o vereador Vitor Valim cobrou que boates localizadas na Praia de Iracema sejam fiscalizadas. Pois, segundo o parlamentar, existem estabelecimentos no local que funcionam apenas para a prostituição. Na ocasião, Gelson Ferraz também informou que os trabalhos da Comissão para os próximos meses se voltarão para a questão da acessibilidade nos meios de hospedagem de Fortaleza. “É inaceitável que tenhamos uma grande rede de hospedagem, mas apenas uma parte dela esteja preparada para receber pessoas com necessidades especiais”, disse o Gelson. 
POR FERNANDA BARROCAS

Pronunciamento em 06/04/2011



Senhor Presidente,
Colegas Vereadores,

Com a proximidade da Copa do Mundo de 2014, o nosso trabalho na Comissão de Turismo e a própria mobilização da cidade em torno das grandes obras de preparação, focam na consecução de metas positivas.
Na manhã de ontem, a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda se reuniu e traçamos alguns objetivos interessantes para os próximos meses de trabalho.
Primeiro nós compreendemos como de vital importância a reedição do folder CRIANÇA NÃO É ATRAÇÃO TURÍSTICA, material em três idiomas, que dá um recado muito claro ao turista que vem à Fortaleza com motivação sexual: que nossas crianças não são atração turística; e que no Brasil, a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é Crime SIM.
Os senhores já conhecem este modelo do folder, que será reeditado, e reimpresso.
Nós vamos continuar a exortar ao turista que se informe, inclusive sobre o que é a exploração sexual infanto-juvenil; sobro o que é considerado turismo com motivação sexual; sobre quem são as vítimas desse crime; quais as conseqüências para as vítimas e para a cidade; sobre como a sociedade pode enfrentar esse problema; e, por fim, mostrar ao turista, nacional ou internacional, que a nossa lei é bastante rígida com quem explora nossas crianças e adolescentes.
Tudo isso, senhoras e senhores, no nosso idioma pátrio e também em inglês e espanhol.
Eu já aproveito para agradecer todo o apoio que a nossa Comissão recebeu do vereador Salmito Filho que, na presidência desta Casa, não mediu esforços para imprimir esse material.
E desde já, eu agradeço ao Presidente Acrísio Sena, que já se comprometeu em apoiar a reedição desse material.
E para quem avalia o assunto como requentado, eu digo que nossas crianças e adolescentes continuam SIM vulneráveis à exploração sexual, tanto por parte do público local, quanto dos turistas que visitam à cidade.
E que apesar do grande esforço e do sucesso de algumas políticas públicas da Gestão Luizianne Lins, o problema ainda é real e muito presente em nosso cotidiano.
Nesse trabalho que desenvolvemos, senhor Presidente, nós identificamos mazelas que precisam ser combatidas.
Muitas vezes, senhoras e senhores, a criança é negociada pela própria família, que explora a atividade junto aos turistas.
E é bom que se diga, até mesmo para quebrarmos alguns paradigmas, que a criança e a adolescente não se prostitui, pois ela não tem condições fisiológicas e psicológicas de compreender esta questão. O que ocorre é a exploração sexual dessas crianças por adultos. Isto SIM.
Apesar de nos parecer invisível, senhor Presidente, existe uma verdadeira rede que cuida dessa exploração, de forma organizada e sempre na certeza de que podem burlar a lei e a ordem.
Todas as categorias de trabalhadores e empresários tem seus maus profissionais.
Pois bem. Ainda temos taxistas que não vivem apenas da bandeira cobrada aos passageiros. Eles agem como agentes do crime.
Também ainda temos alguns hotéis, pousadas e motéis, que também cooperam e operam a exploração sexual infanto-juvenil.
E há a participação e conivência até de agentes da Lei.
Enfim, há uma grande rede criminosa que nos passa quase que invisível no dia a dia. Mas que está agindo e que têm de ser combatidas.
Durante o período de férias e no pré-copa, nós vamos continuar recebendo dezenas de vôos charter vindos da Europa, dos países árabes e da Ásia, que são os turistas mais interessados em explorar nossas crianças.
Até mesmo porque ainda persistem pacotes turísticos que são vendidos nesses países, onde a principal atração é a possibilidade de se realizar programas com crianças e adolescentes. Um prato cheio para pedófilos e outros doentes.
Nós conseguimos rastrear uma página de internet, em inglês, que dizia mais ou menos o seguinte: “Vá ao Brasil e faça o que quiser com as mulheres. Só não deve matar, mas o resto está liberado.”
Portanto, senhoras e senhores, é muito importante que a sociedade esteja atenta a esta questão. E que nós possamos preparar a nossa cidade para receber o evento da Copa de 2014.
Mas, também, devemos deixar bem claro, inclusive com os meios de comunicação necessários, que esse tipo de turismo não nos interessa.
Deixar divisas e levar a dignidade de nossas crianças e adolescentes, não é aceitável para a cidade de Fortaleza.
Outra questão importante que vamos abordar neste primeiro semestre, senhor Presidente, é sobre a acessibilidade nos meios de hospedagem.
Este foi um tema debatido e é fruto de uma conversa que tive com o vereador Machadinho na última reunião com os presidentes de Comissão.
É inaceitável que tenhamos uma grande rede de hospedagem, mas que apenas parte dela esteja preparada para receber pessoas com necessidades especiais ou com problemas de mobilidade.
Nós vamos, então, levantar esse debate aqui na Câmara Municipal, chamando a atenção da indústria hoteleira e garantindo esse direito aos turistas que buscam Fortaleza como opção de lazer, mas que se deparam com dificuldade de locomoção a até mesmo de utilizar o seu quarto no hotel.
Eu tenho certeza que vamos conseguir sensibilizar os hotéis, flats e pousadas, inclusive através da realização de um amplo debate aqui nesta Casa.
Por fim, senhor Presidente, eu quero dizer que nós estamos muito empolgados e empenhados, no sentido de que o Projeto de Lei Complementar que cria o IPLANFOR seja aprovado por esta Casa, inclusive com as diversas emendas que já foram protocoladas no Legislativo.
E eu aproveito para destacar a nossa emenda que vincula o IPLANFOR diretamente ao Gabinete da Prefeita, como forma de lhe garantir maior autonomia e eficácia.
Destaco, também, a nossa emenda que institui a Conferência Municipal de Planejamento Urbano, que acontecerá anualmente, e que aproximará ainda mais a cidade do Planejamento em si.
Esperamos votar a criação do IPLANFOR à tempo de entregá-lo como um presente pelo aniversário de Fortaleza.
Por enquanto é tudo, senhor Presidente.

Obrigado.

PROGRAMA "BOA TARDE MULHER"

Ver. Gelson Ferraz participou do Programa "BOA TARDE MULHER" na Rádio Uirapuru de Fortaleza AM 760 desta Terça-feira (05/04/2011) com as apresentadoras Vera Bulhões e Katerine Oliveira falando sobre a vinda do nosso saudoso e inesquecível José Alencar (Ex Vice-Presidente da República) a Fortaleza em Novembro/2009 receber o Título de Cidadão Fortalezense.


terça-feira, 5 de abril de 2011

Comissão de turismo vai reeditar cartilha de combate ao turismo sexual


Comissão de Desen. Econômico, Turismo, Emprego e Renda - Foto: Genilson de Lima

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Emprego e Renda reuniu-se na manhã de hoje, 5, na sala das comissões da Câmara Municipal de Fortaleza, para discutir a reedição da cartilha de combate à exploração sexual infantil na capital fortalezense, bem como estabelecer um calendário de visitas a obras que fomentam o turismo do Estado.
No encontro, o presidente da comissão, vereador Gelson Ferraz (PRB), ressaltou a importância da cartilha para o turismo cearense. “O objetivo da cartilha é mostrar para a população de Fortaleza o que estão fazendo com as nossas crianças. Estamos trabalhando para conscientizar os turistas que chegam a nossa cidade”. O parlamentar disse que a cartilha será novamente traduzida para outros idiomas, como o inglês e o espanhol.
Gelson informou que, no próximo dia 12, a comissão fará uma visita às obras que visam ao turismo, entre elas, o Projeto Vila do Mar, as instalações do Cuca Che Guevara e a Beira Mar. Para concluir, o vereador frisou que serão marcadas visitas a flats da capital, para verificar se estes locais possuem equipamentos de acessibilidade para deficientes físicos.
Também estavam presentes na reunião o vice-presidente da Comissão, vereador Alípio Rodrigues (PTN); e os vereadores Leda Moreira (PSL), Marcus Teixeira (PMDB), Mairton Félix (DEM) e João Batista (PRTB).
POR LIZ BITÚ





Programa "Diálogo Aberto"

Vereador Gelson participou no último sábado do Programa da Radialista Marta Pereira "Diálogo Aberto" na Rádio Globo Fortaleza - 620 AM falando um pouco sobre a vinda do nosso saudoso e inesquecível José Alencar (Ex Vice-Presidente da República) a Fortaleza/CE receber o Título de Cidadão Fortalezense e sobre o IPLANFOR.