segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

PARA GELSON, PROBLEMAS DA CIDADE RECLAMAM RECRIAÇÃO DO IPLAM

Os atuais problemas de trânsito de Fortaleza, e a necessidade de obras que venham garantir a segurança e o conforto dos usuários de transportes (coletivos e particulares) e pedestres da Capital continuam a exigir a recriação, no âmbito da estrutura administrativa da Prefeitura de Fortaleza, do Instituto de Planejamento do Município (IPLAM). Gelson Ferraz, vereador do PRB, entendendo ser a matéria de relevante interesse público, fez a proposta à prefeita Luizianne Lins, por meio de um projeto de indicação. Passados mais de 12 meses, não houve manifestação do Poder Executivo em enviar à Câmara Municipal mensagem recriando o órgão. A matéria, aprovada pelo plenário da Casa, teve parecer favorável do vereador Acrísio Sena (PT), na época líder da prefeita. Extinto na administração do prefeito Juraci Magalhães (PMDB), o IPLAM se faz necessário tendo em vista a importância deste órgão para o ordenado desenvolvimento urbano de Fortaleza. A cidade continua crescendo e incha de forma desordenada, criando uma série de problemas sociais, que desafiam os setores da administração municipal. Os atuais organismos de planejamento da cidade não estão dando respostas com a velocidade necessária às demandas apresentadas pelo quase caos urbano instalado. Essa é a preocupação fundamental do vereador Gelson Ferraz quando elaborou o projeto de indicação recriando o IPLAM. A recriação do IPLAM, com a exclusiva atribuição de planejar e de apontar soluções para uma cidade viável e sustentável do ponto de vista urbanístico – na opinião de Gelson Ferraz – recoloca Fortaleza nos caminhos de uma cidade cientificamente planejada.

Reportagem de Iran Soares - 06/12/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário